Compartilhe:

O Dia em que uma Fratura de Solda Matou um Ídolo Brasileiro

Notícias

26/06/2020

O Dia em que uma Fratura de Solda Matou um Ídolo Brasileiro

“Ayrton Senna é visto como um dos maiores heróis e campeões do Brasil. Sua indiscutível habilidade em pilotar carros da Fórmula 1 transformou os olhares de toda uma geração de brasileiros para o esporte”.

Com 13 anos, ele havia iniciado sua carreira no automobilismo, e  quem iria prever que aquele menino viria a ser  considerado melhor piloto da Fórmula 1!

   No dia 1º de maio de 1994, o grande campeão brasileiro caminhava para sua última corrida, depois de uma largada caótica, a corrida passou a decorrer como qualquer outra corrida. Senna, como era de costume, estava na liderança e esperava por sua 42º vitória, pilotando sua Williams azul sob o olhar do Brasil.
 A pedido do piloto, semanas antes que antecediam a corrida, ele havia solicitado a sua equipe mecânica que realizassem uma adaptação no comprimento da coluna de direção do veículo, com essa alteração o volante estaria mais próximo ao seu corpo e iria facilitar sua pilotagem. A equipe da Williams, realizou a alteração solicitada  efetuando o ajuste com uma luva metálica. A união da luva metálica com o restante da barra foi realizada por soldagem.


 

Para surpresa de todos, no decorrer da corrida, o cordão de solda acabou desgastando e aos poucos foi se rompendo, devido à solicitação repetida de torção e flexão e diante de uma curva em alta de velocidade, mais que 300 km/h, o piloto virou levemente o volante e o carro não obedeceu ao comando,  com a fratura da solda, o volante rompeu sua ligação com o movimento das rodas. 

 


O impacto da batida com o muro foi violento, resultando em, além dos danos causados pela batida, o choque de um componente da suspensão do veículo com o capacete de Senna,  atravessando e atingindo diretamente a cabeça, causando sua morte quase que instantaneamente.
   Com o corpo de bombeiros em menos de 20 segundos na pista, assegurando para que não ocorresse incêndio, somente após 2 minutos, considerado um tempo alto para os especialistas em segurança, a ambulância chegou  e tentaram reanimar o piloto. 

O piloto Ayrton Senna faleceu 40 minutos após ser internado no hospital Maggiore, onde foi levado de helicóptero. 

Os processos de soldagem devem oferecer segurança, qualidade, menor desperdício de material e redução de custos.
 

Referência:
https://www.weldingland.com.br/post/the-day-a-welding-fracture-killed-a-brazilian-idol

Parceiro

Parceiro

Certificado

Certificado

Associados à

Associados à

Financiamento

Financiamento Financiamento